Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘reportagem especial’ Category

Roger: vocalista, guitarrista e tricolor

Roger: vocalista, guitarrista e tricolor

São Paulino ilustre. Roger, do Ultraje a Rigor, não esconde de ninguém a paixão que carrega pelo tricolor paulista. Em shows do Ultraje é comum ouvir o vocalista e guitarrista Roger Moreira cantar o hino do time do Morumbi. O curioso é que além de gostar de futebol, o roqueiro também joga bola pelo menos uma vez por semana.

Roger tornou-se tricolor por influência da família. Quando criança, ele foi sócio do São Paulo e antes do Morumbi ficar pronto ele estava lá, brincando nas piscinas e no estádio ainda em construção. Ouviu dizer que o SPFC era o melhor clube e acreditou… (mais…)

Read Full Post »

Cartola, Pixinguinha, 1x0, Flu

Cartola, Pixinguinha, 1x0, Flu

A reportagem especial desta semana traz delicadas ligações do mundo da música e do futebol. Pixinguinha e Cartola! Os dois gênios da música popular brasileira estão ainda hoje presentes nos campos da bola e nos espetáculos de shows.

O autor de Carinhoso, uma das canções mais populares do Brasil, é considerado por alguns pesquisadores como o primeiro compositor brasileiro a dedicar uma música ao futebol, ainda em 1919.

Quer saber quem foi a inspiração de Pixinguinha? Escute abaixo na reportagem especial. Além disso, nós falamos sobre a paixão do sambista Cartola pelo Fluminense. A  influência do tricolor carioca foi tão determinante na vida de Cartola que serviu inclusive de inspiração para a escolha das cores da agremiação Mangueira.

Read Full Post »

 

Fagner e Zico (em 1982): amigos de futebol e de música
Fagner e Zico (em 1982): amigos de futebol e de música
 
A voz é inconfundível. O cearense de Orós tem afinidade com a música desde que nasceu. Na adolescência, participou de grupos musicais e começou a compor. Além da música, Fagner carrega consigo uma outra paixão que também vem desde a infância: o futebol.
O primeiro sucesso do cearense foi “Mucuripe”, canção que foi regravada por Elis Regina. “Deslizes”, “Noturno” e “Borbulhas de amor” também são músicas que ficaram conhecidas em todo o país.
Mas amor verdadeiro não se esconde. O futebol foi fonte de inspiração para algumas composições do boleiro. Em 1982, Fagner protagonizou um dueto com um famoso carioca: o jogador Zico. Os dois amigos gravaram um compacto com as músicas “Batuques de Praia” e “Cantos do Rio”. Uma homenagem mais recente é a música “Canhoteiro”, parceria com o maranhense Zeca Baleiro.
Ficou curioso para saber mais detalhes dessas músicas? Ouça abaixo, em FAGNER, a reportagem especial.

Read Full Post »

Vander Lee
Vander Lee

A rivalidade entre cruzeirenses e atleticanos extrapola as arquibancadas do Mineirão. Imagine como seria um casal formado por um torcedor de cada time? Na rotina, a disputa entre o atleticano e a cruzeirense tem alguns impedimentos, mas no fim, sempre marcam gol de placa. Essa é a história da música “Galo e Cruzeiro”, composição do mineiro Vander Lee. Ele jura que é mera coincidência. Se é verdade, não sabemos.

O que fica claro é o fanatismo de Vander Lee pelo futebol.  O cantor começou a carreira cantando em barzinhos de Belo Horizonte e já ganhou os palcos de todo o Brasil. Acredita que o cantor já pisou até nos gramados do Mineirão?

Ele e toda a torcida atleticana esperam que neste ano a equipe mineira ganhe títulos para compensar o centenário comemorado em 2008, que quase passou em branco. E a esperança é motivada em ídolos do passado.

Essas e outras histórias você ouve aqui, na reportagem especial com um sotaque bem mineirinho.

Read Full Post »

Ronaldo Fenômeno é do Corinthians.

Ronaldo Fenômeno é do Corinthians.

Hoje nós apresentamos uma matéria sobre traição. Mas tenha calma. Não é nenhuma história de Nelson Rodrigues. Essa semana, uma só notícia tomou conta dos jornais nacionais e internacionais: Ronaldo, o Fenômeno, volta aos campos brasileiros. Mas o que deixou os flamenguistas enciumados é que não será a camisa rubro-negra que o jogador defenderá.

O camisa 9 é o novo mano do Parque São Jorge. A contratação do jogador além de ter repercussão mundial já recheou os cofres do Corinthians. Agora, os fiéis esperam que a história seja diferente da de Garrincha e que Ronaldo volte da melhor forma.

Nós encontramos uma homenagem feita ao atacante pelo rapper Marcelo D2. “Sou Ronaldo” foi composta em 2006. Será que o músico flamenguista cantaria os mesmos versos com Ronaldo no Timão?
Clique aqui e confira a reportagem especial sobre a contratação de Ronaldo pelo Corinthians.

Read Full Post »

É o fim do calvário corintiano. Foram necessárias 32 rodadas para o Alvinegro Paulista retornar à Série A do Campeonato Brasileiro. Com seis partidas de antecedência, o Corinthians decretou o acesso no jogo contra o Ceará. Douglas e Chicão marcaram os dois gols da partida. A platéia de 36 mil fanáticos presenciou, enfim, o tão esperado retorno.

Embalado por sua Fiel Torcida desde o fatídico dia da queda (2 de dezembro de 2007), os torcedores lotaram as arquibancadas na maioria dos jogos. Gritos de incentivo como “Louco por Ti Corinthians”, “Não pára”, “Pra te ver jogando” e outros deram som e ritmo ao elenco do Parque São Jorge durante a saga de 2008.

Num jogo com um nível melhor que a maioria dos jogos da Série B, o Corinthians venceu o Criciúma, em Santa Catarina, por 2×0 e sacramentou o já esperado título da Série B. A conquista veio com quatro rodadas de antecedência.  A cabeçada precisa de Chicão e um gol de Cristian, que recebeu um belo passe de Douglas, somou 76 pontos para o Alvinegro Paulista. Ninguém mais consegue o alcançar.

É o fim da era de uma administração longa e truculenta, marcada por parcerias desastrosoas. O time pagou caro e agora é hora de dar adeus aos gramados ruins e aos frequentes jogos aos sábados. Para homenagear a um dos maiores clubes do país e do mundo, fizemos uma reportagem especial que cita algumas canções inspiradas na paixão pelo Timão. A matéria foi gravada na semana do retorno à Série A, antes do Corinthians confirmar o título. Ouça aqui.

Read Full Post »

Ok ok. Todo mundo já sabe (e poucos contestam): Pelé é mesmo Rei. Só que um dos mais célebres nomes brasileiros esconde um lado não muito conhecido: a aventura nas composições e interpretações. Sim, não com tanto êxito como no futebol, Pelé compõe, toca violão e ainda canta. 

O talento incontestável dos gramados, o melhor jogador do mundo, com passes e gols mágicos, tem dom mesmo é para o futebol. Mas, ele achou que não custava nada arriscar. Só que o Rei não aceitaria ser apenas um amador, mesmo que fosse na música. Pelé tem disco solo gravado e até duetos com uma das maiores cantoras brasileiras. 

Ah, vai. Quem aqui não canta no chuveiro?

Não acredita que o Rei resolveu fazer parte da plebe da música brasileira? Pois ouça pra crer. Confira aqui uma reportagem especial do O Gol de Letra feita em homenagem ao aniversário de Pelé, comemorado no último dia 23 de outubro.

*Agradecemos a colaboração sempre essencial de Lucas Froede.

Read Full Post »

Older Posts »